• Início
  • Press Releases
  • Cashback já é usado por 35% dos que acumulam pontos nas classes A e B, diz pesquisa C6 Bank/Ipec

Leitura de 2 min

Cashback já é usado por 35% dos que acumulam pontos nas classes A e B, diz pesquisa C6 Bank/Ipec

Levantamento também mostra que a prática é mais comum entre quem tem até 24 anos

Atualizado em

Mulher de vestido bege pesquisando no celular sobre cashback

A compra de passagens aéreas sempre foi uma das principais destinações dadas aos pontos acumulados por clientes cadastrados em programas de fidelidade de bancos e cartões de crédito. Mas outras formas de utilização dessas milhas começam a se popularizar. Pesquisa C6 Bank/Ipec com brasileiros das classes A e B com acesso à internet mostrou que 28% participam de algum programa de milhas e que 35% deles trocam esses pontos por cashback

Com o cashback, termo que significa reembolso, quem acumula milhas pode recuperar parte do valor gasto no cartão de crédito em forma de dinheiro e usá-lo como quiser. A prática é maior entre o público de 16 a 24 anos (53%). 

“Os programas de fidelidade estão cada mais robustos, permitindo a troca de pontos por vantagens financeiras imediatas, como o cashback, o que faz o acúmulo de pontos ser ainda mais atrativo”, explica Maxnaun Gutierrez, head de CRM, produtos e pessoa física do C6 Bank.

Relacionadas:

Além de ampliar as oportunidades de uso de pontos, o cashback pode ser responsável por gerar uma renda extra, assim como venda de milhas. Segundo a pesquisa, 20% dos entrevistados que participam de programas de pontos têm o hábito de vender suas milhas.

Apesar do cashback e da venda de milhas terem caído no gosto dos brasileiros, a maior destinação dada aos pontos de programa de fidelidade é a troca por produtos (49%). Essa utilização é maior entre mulheres (54%) do que entre homens (46%). Já a compra de passagens aéreas com pontos apareceu em 47% das respostas, percentual que é maior entre moradores de capitais (55%). 

A pesquisa C6 Bank/Ipec foi realizada com mil pessoas da classe A e B entre os dias 29 de agosto e 8 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: CDB é segundo investimento preferido do público A e B, diz pesquisa C6 Bank/Ipec