Leitura de 3 min

Jovens que receberam mentoria do C6 Bank vencem desafio de programação

Prêmio valoriza soluções tecnológicas para problemas de comunidades brasileiras; profissionais do C6 deram mentoria para três dos ganhadores

Atualizado em

A Recode, organização social que busca transformar realidades por meio do empoderamento digital, acaba de divulgar os vencedores do Desafio Recoders. O desafio foi vencido pela estudante Juliana Cidade, 16, de Guararema (a 78 km da capital paulista). Dos 5 projetos premiados, o 1º e o 4º lugares foram mentorados por CSixers, e o 3º ficou com uma mentora da PayGo! 👏

A ideia do desafio era criar soluções tecnológicas para resolver problemas de comunidades de jovens de 15 a 29 anos. Ao todo, foram 37 mentores do C6 Bank e 9 mentores da PayGo (empresa de meios de pagamento do grupo) que se envolveram no projeto e ajudaram alguns dos 199 jovens inscritos a tirar suas ideias do papel.

O projeto vencedor é o Guararema Express, uma plataforma que busca conectar lojistas e agricultores a moradores da cidade de Guararema. O site tem um cadastro para negócios e permite que encomendas sejam feitas diretamente nele. Ele foi desenvolvido pela Juliana Cidade, mentorada pelo CSixer Jean Guimarães da Silva.

“A economia da minha cidade é baseada no turismo, na agricultura familiar e em pequenos comércios. Durante a pandemia, o turismo secou e a produção dos agricultores caiu. Não tínhamos nenhum aplicativo de delivery na cidade e muitas famílias ficaram sem nenhuma renda. Eu percebi que podia fazer alguma coisa e criei o projeto”, diz Juliana, que está no segundo ano do ensino médio.

E por que o C6 Bank resolveu incentivar os CSixers a se tornarem mentores do desafio de programação? Marina Mancini, da área de Impacto Social do banco, explica que o C6 Bank acredita muito na tecnologia como ferramenta de transformação social para jovens brasileiros. “Queremos nos aproximar de iniciativas de ensino de tecnologia e escolhemos o Desafio Recorders porque tem penetração no país inteiro“, diz ela.

O desafio também foi uma maneira de continuar incentivando ações de voluntariado mesmo quando os colaboradores do C6 Bank estavam em casa, trabalhando remotamente.

Em 3º lugar no desafio de programação, ficou um aplicativo que conecta instituições e pessoas que precisam de ajuda a quem pode ajudar — sejam profissionais como psicólogos, professores, pedreiros ou pessoas que queiram apoiar financeiramente um projeto ou causa. O aplicativo foi construído por Felipe Pereira de Souza, mentorado por Natália Maguini Augusto, da PayGo.

Outro projeto que ganhou destaque no prêmio foi desenvolvido por Igor Monteiro e Iago Ayres, de São José do Rio Preto. Os estudantes foram mentorados pelo CSixer Arthur Paixão, que ensinou princípios de metodologia ágil e de gestão de projetos. O aplicativo criado pelos estudantes informa moradores sobre rotas seguras para transitar. O app funciona com a geolocalização do usuário e especifica áreas de risco e alternativas de caminhos.

“Eles tinham a ideia do projeto, mas não sabiam por onde começar. Com o trabalho de mentoria, conseguimos ajudá-los a destrinchar a ideia, para começá-la a tirar do papel. Fizemos, por exemplo, rotas para portadores de necessidades especiais e para turistas, com foco em segurança pública”, diz Paixão.

Parabéns a todos os estudantes e aos mentores CSixers! 👊👊👊