Leitura de 4 min

O que são juros remuneratórios? Como calculá-los?

Os juros remuneratórios são cobrados em operações de crédito, financiamento e empréstimos, como uma remuneração pelo serviço prestado pela instituição credora

Atualizado em

mulher branca e com cabelos curtos sentada diante de laptop olha para o lado enquanto apoia o rosto na mão direita e pensa em o que são juros remuneratórios
Os juros remuneratórios incidem sobre empréstimos, financiamentos e operações de crédito

Os juros remuneratórios são um tipo de juro que fazem parte da vida de muitos brasileiros que precisam fazer algum tipo de empréstimo. Em um país em que o percentual de famílias endividadas chegou a quase 80% em outubro de 2022, segundo a Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é importante compreender como funcionam os elementos responsáveis pelo crescimento das dívidas.

Pensando nisso, o C6 Bank preparou este post para que você saiba o que significa juros remuneratórios tire suas dúvidas a respeito do tema. Nele, você aprenderá:

  • Entenda o que são juros remuneratórios
  • Como calcular o valor da taxa de juros remuneratórios?
  • Quando os juros remuneratórios podem ser considerados abusivos?
  • Juros remuneratórios vs juros moratórios

Quer saber mais sobre outros tipos de juros? Então confira essas matérias que separamos para você:

Entenda o que são juros remuneratórios

Os juros remuneratórios, também conhecidos como juros compensatórios, são juros cobrados em operações de empréstimo, financiamento ou crédito. Seu objetivo é remunerar a instituição credora pelo serviço fornecido.

Esses juros são definidos no momento da contratação do empréstimo: no contrato da operação de crédito em questão fica estabelecida a taxa a ser cobrada, sendo necessário o aceite do cliente para que ela entre em vigência.

Como calcular o valor da taxa de juros remuneratórios?

O valor dos juros compensatórios varia: existe uma taxa média do mercado, divulgada periodicamente pelo Banco Central, que serve como diretriz de valor a ser seguida pelas instituições financeiras. Seu cálculo se dá por meio da soma de todas as taxas de juros cobradas em operações de crédito no mercado, dividida pela quantidade de instituições do mercado.

Quando os juros remuneratórios podem ser considerados abusivos?

Os juros remuneratórios são considerados abusivos no caso de o contrato de empréstimo trazer uma taxa de juros superior à taxa média. Vale notar que isso os coloca como uma exceção à Lei de Usura, que define que qualquer taxa de juros acima de 12% ao ano é abusiva.

Juros remuneratórios vs juros moratórios

A diferença entre os dois conceitos é que, enquanto os juros remuneratórios incidem sobre empréstimos e operações de crédito como forma de remunerar a instituição credora, os juros moratórios, também conhecidos como juros de mora, são um valor cobrado pela inadimplência do pagamento de determinada prestação. Ou seja: incidem sobre um atraso no pagamento, muito comuns no uso do cartão de crédito ou em financiamentos, especialmente os de prazo mais longo.

Tenha em mente: é possível acumular juros remuneratórios e moratórios, caso haja atraso no pagamento das parcelas. Por isso, redobre os cuidados e, ao contratar um empréstimo, se assegure de estar arcando com condições com as quais o seu planejamento financeiro consegue lidar.

Esperamos ter conseguido ajudar você a entender o que são juros compensatórios, bem como quais as diferenças entre juros remuneratórios e juros moratórios e sobre que operações essa taxa incide.

Os juros remuneratórios no cartão de crédito são apenas um dos pontos de atenção ao usar essa modalidade de pagamento. Nas matérias abaixo, confira outras informações importantes relacionadas ao cartão:

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade (sujeito a análise) com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.