• Início
  • Press
  • Reforma da Previdência faz 3 em cada 10 pessoas poupar mais

Leitura de 3 min

Reforma da Previdência faz 3 em cada 10 pessoas poupar mais

Novas regras para aposentadoria mudaram os hábitos financeiros de um terço dos brasileiros

Atualizado em

Imagem foca nas mãos de uma pessoa empilhando moedas ao redor de uma muda de planta

Um terço dos brasileiros das classes A, B e C com acesso à internet já mudou os hábitos financeiros por causa das novas regras de aposentadoria, segundo pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, encomendada pelo C6 Bank. A Reforma da Previdência foi aprovada pelo Senado em 22 de outubro de 2019, após oito meses de discussão no Congresso.

Encomendamos a pesquisa ao Ibope Inteligência para saber como é o relacionamento dos brasileiros com as próprias finanças. Para gente, é importante saber como o brasileiro lida com dinheiro, já que educação financeira está entre nossas principais causas.

De acordo com o levantamento, após a reforma, 33% dos entrevistados passaram a guardar dinheiro com regularidade ou aumentaram a quantia que costumam poupar. Por outro lado, a pesquisa mostra que 31% das pessoas ainda não fizeram nada pensando nas novas regras de aposentadoria.

O estudo mostra que foram, principalmente, os jovens que mudaram os hábitos de poupança. Cerca de 40% dos respondentes de 16 a 24 anos passaram a poupar com regularidade ou aumentaram os investimentos para a aposentadoria.

O levantamento também mostra que a população brasileira se considera informada sobre a Reforma da Previdência. Na pesquisa, 18% das pessoas dizem que estão muito bem informadas sobre as novas regras, 34% afirmam que estão informadas e 35% se consideram mais ou menos informadas. Apenas 2% dizem que não estão informados sobre o assunto.

O conhecimento sobre opções de investimento, entretanto, é bem menos difundido. A pesquisa mostra que as pessoas estão mais informadas sobre o investimento mais popular no país, a poupança. A pesquisa aponta ainda que 91% dos entrevistados estão muito ou mais ou menos informados sobre a poupança, mas só metade das pessoas se considera mais ou menos informada sobre fundos, previdência privada ou Bolsa de Valores.

A caderneta é uma aplicação que tem perdido atratividade com a queda dos juros no país. Desde 2012, o rendimento da poupança é de 70% da Selic mais a TR (Taxa Referencial), que hoje é zero. O resultado é que, em alguns cenários, o rendimento da nova poupança pode não ser suficiente para proteger o patrimônio do investidor das oscilações da inflação.

O estudo foi feito com 2.000 brasileiros com acesso à internet e mais de 16 anos, pertencentes às classes A, B e C, provenientes das cinco regiões do país. A coleta das respostas foi realizada entre os dias 7 e 12 de novembro. A margem de erro da sondagem é de dois pontos percentuais.