Leitura de 6 min

Você sabe o que é diferimento fiscal? Entenda este benefício tributário

Saiba como o diferimento fiscal faz com que a sua carteira de investimentos trabalhe de forma ainda mais inteligente

Atualizado em

Pessoa vendo no celular a diferença que o diferimento fiscal pode fazer em na carteira de investimentos
Diferimento fiscal é quando você adia o pagamento do Imposto de Renda que deve por ter feito uma aplicação

Diferimento fiscal é um termo que pode assustar muitas pessoas. Mas não há motivo para temer. Na verdade, este é um benefício que pode fazer o seu dinheiro trabalhar de forma ainda mais inteligente na sua carteira de investimentos.

Em palavras simples,  este benefício tributário permite que o investidor adie o pagamento de Imposto de Renda sobre aplicações específicas, como é o caso da nossa C6 Global Invest ou da Previdência Privada.

Para explicar o que é o um ativo diferido e como aproveitar as vantagens, o C6 Bank preparou este texto. Nele, você encontrará respostas para as seguintes questões:

  • O que é diferimento fiscal?
  • Como o diferimento fiscal funciona?
  • Como aproveitar as vantagens do diferimento fiscal?
  • Qual a diferença entre diferido e isento?
  • Diferimento fiscal em previdência privada
  • Renda fixa em dólar com diferimento fiscal

Quer ver outros conteúdos sobre o tema? Leia também estes posts:

O que é diferimento fiscal?

Diferimento fiscal é quando você adia o pagamento do Imposto de Renda que deve por ter feito uma aplicação. Ou seja, o investidor posterga o acerto de contas com a Receita Federal e só o faz no momento do resgate do dinheiro.

E para entender o que torna essas aplicações tão vantajosas no longo prazo, precisamos saber como funciona a incidência de IR normalmente.

Em aplicações disponíveis hoje no mercado, como alguns tipos de fundos, há a cobrança do Imposto de Renda direto na fonte, ou seja, no dinheiro que está investido. Isto acontece em duas janelas anuais, uma ao final de maio e outra ao final de novembro. Sendo assim, a cada semestre o montante investido sofre com o que chamamos de come-cotas. No diferimento fiscal isso não acontece.

Como o diferimento fiscal funciona?

Como você leu acima, nos ativos diferidos ocorre o adiamento dos pagamentos de IR. Neste sentido, o investidor só sofrerá a incidência do imposto ao retirar o dinheiro do investimento. Assim, se você deixar o montante aplicado no longo prazo, é possível se beneficiar dos juros compostos.

Como aproveitar as vantagens do diferimento fiscal?

As vantagens são muito atreladas ao tempo no qual você deixa o seu dinheiro investido: quanto mais, melhor. Isso porque os juros sobre juros funcionam como uma bola de neve: quanto mais você deixa a sua aplicação rendendo, mais os juros incidem uns sobre os outros, ampliando os seus ganhos.

Portanto, se você investiu R$ 100 em um CDB com rendimento de 100% do CDI, ao final do ano, a base de cálculo não será mais apenas R$ 100, mas sim o valor inicial acrescido do rendimento. Então, quando os juros incidirem novamente, você verá o efeito dos juros sobre juros.

Agora, voltando para o raciocínio do diferimento fiscal: se o investimento sofre a incidência de IR normalmente, será necessário pagar impostos a cada resgate ou vencimento de ativos, o que diminui o montante total a cada “mordida”. Mas se ele for um ativo diferido, a cobrança acontecerá apenas uma vez. Logo, neste modelo, o montante só aumentará com o passar do tempo e é possível aproveitar melhor o que os juros compostos têm a oferecer.

Qual a diferença entre diferido e isento?

No caso do diferimento fiscal, você continuará pagando o Imposto de Renda, mas isto acontecerá apenas no momento em que você tirar o dinheiro da aplicação. Já um rendimento isento não sofre tributação do Imposto de Renda.

Diferimento fiscal em previdência privada

No caso da previdência privada, o grande ponto é que, ao investir na modalidade PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) existe a possibilidade de diferimento de até 12% da renda bruta anual tributável que você declara no IR.

Ou seja: é possível pagar menos imposto, reinvestir a restituição e potencializar os ganhos com os juros compostos. Vale lembrar que quem adere a essa modalidade precisa indicar a previdência na declaração anual no modo completo para aproveitar o diferimento.

Renda fixa em dólar com diferimento fiscal

Assim como falamos da previdência privada, existem outras aplicações nas quais você pode aproveitar esse benefício tributário. É o caso do C6 Global Invest.

Pela plataforma de investimentos no exterior do C6 Bank, você pode investir em renda fixa em dólar e movimentar seus ativos quantas vezes quiser: enquanto mantiver o dinheiro dentro da estrutura, não precisa pagar IR. 

Para entender na prática a diferença que esse benefício pode fazer em uma carteira teórica, o C6 Bank criou um exemplo: veja o resultado de US$ 250 mil investidos em títulos de renda fixa com duração de 1 ano, ao longo de 5 anos, levando em consideração rentabilidade média de 5% a.a:

Pela plataforma de investimentos no exterior do C6 Bank, você pode investir em renda fixa em dólar

Além da renda fixa em dólar, com o C6 Global Invest você aplica em ações americanas e fundos do exterior em poucos toques, tudo pelo aplicativo do C6 Bank. E o melhor: com remessas mínimas a partir de US$ 500.

Se você quiser entender mais sobre o C6 Global Invest e ver todos os investimentos que pode fazer por lá, basta acessar:
Renda fixa em dólar, ações americanas e fundos do exterior em poucos toques

Agora, você já sabe que o diferimento fiscal pode trabalhar ainda mais ao seu favor, melhorando a estratégia da sua carteira de investimentos. Não se esqueça que esta é uma aplicação que deve ser pensada no longo prazo e aproveite para investir no C6 Global Invest pelo aplicativo.

Gostaria de ler outros conteúdos relacionados ao de sustentabilidade? Veja alguns que selecionamos:

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Informações sobre os produtos e serviços do C6 Bank vigentes na data da postagem deste texto. As regras e condições de cada produto e/ou serviço podem ser posteriormente alteradas. Consulte os termos vigentes no momento da contratação pelo app.