Quanto custa viajar para Portugal? Dicas para apreciar o país

Descubra como viajar para Portugal e montar um planejamento que priorize custo-benefício e conforto.

Atualizado em

Tempo de leitura · 15 min

Publicado em

Viajar para Portugal pode ser uma experiência única para diferentes tipos de turistas, uma vez que o país oferece uma grande diversidade de programações, com praias, montanhas, museus e gastronomia renomada. A boa notícia é que com um bom planejamento é possível montar um roteiro que tenha como prioridade o custo-benefício, sem abrir mão da comodidade.

viajar para portugal | bairro colorido português a beira do rio e embarcações
Descubra tudo o que precisa antes de viajar para Portugal.

O destino contempla o estilo de vida de muitos passageiros. Lisboa, sua capital, é a principal porta de entrada, conhecida por unir modernidade a monumentos históricos e boa gastronomia. Agora, se você deseja um local mais tranquilo, Albufeira, em Algarve, é uma opção que oferece maior contato com as belezas naturais do local.

praia em portugal | barcos em meios a pedras antigas e pessoas aproveitando o mar
Se você gosta de mar e praia: Portugal é uma ótima opção de viagem.

Por fim, para ajudar a criar um itinerário que seja a sua cara, o C6 Bank montou um guia com dicas para apreciar o país e entender quanto custa viajar para Portugal.

Abaixo, os tópicos que serão tratados no texto:

  • O que é preciso para viajar para Portugal?
  • Para viajar para Portugal precisa de passaporte?
  • Custos com documentos para viajar para Portugal
  • Quanto custa viajar para Portugal: despesas locais
  • Escolha da hospedagem
  • Atrações para visitar em Lisboa
  • Atrações em Porto: vinho, praia e monumentos históricos
  • Gastos com alimentação
  • Como economizar em compras na Europa
  • Uso do transporte local
  • Cidades para conhecer em Portugal

Não deixe de ler também nossas outras dicas para viajantes:

O que é preciso para viajar para Portugal?

Para experienciar uma viagem confortável para Portugal, é importante listar os elementos que são essenciais para entrar e permanecer no país durante o período escolhido. A nossa primeira dica é começar pela parte mais burocrática, o que pode evitar a necessidade de lidar com imprevistos em cima da hora.

casas e arquitetura portuguesas | bairro português com telhados vermelhos e casas e predios brancos
Para facilitar sua viagem, entenda tudo o que precisa providenciar.

Para viajar para Portugal precisa de passaporte?

Sim. Para viajar para Portugal você precisa ter um passaporte, mesmo em casos de curta estadia, porque ele serve como identificação internacional na Europa.

_viajar para Portugal  painel com típica azulejaria portuguesa com uma pessoa parada ao lado de um semáforo
Veja as regras para emissão do passaporte.

E ainda vale chamar a atenção para um ponto importantíssimo, a data de vencimento. O documento precisará contemplar os três meses após sua estadia, não apenas os dias de viagem. Isso quer dizer que se você irá retornar em 25/5, por exemplo, ele só será válido se expirar em 25/8. Para solicitar o passaporte é necessário entrar no site da Polícia Federal.

viajar para portugal | torre vermelha com um relógio no topo

Abaixo, separamos os documentos obrigatórios para ir para Portugal e a média de gasto com cada um, o que pode ajudar quem está juntando dinheiro para a viagem.

Custos com documentos para viajar para Portugal

  • Passaporte, em média, tem um custo de R$ 257,25;
  • Passagem aérea que comprove seu retorno ao Brasil. Aqui, a variação de preço é maior, devido ao oferecimento de voos diversos por diferentes empresas. Somando ida e volta, normalmente, o valor a ser pago costuma oscilar de R$3,5 a R$ 5 mil na classe econômica;
  • Comprovante de hospedagem, como a reserva de hotel. Neste caso, o gasto limita-se a alocação, o que será abordado a frente;
  • Seguro viagem: pode ser encontrado a partir de R$ 15 por dia, mas, dependendo do tipo de plano, é possível que seja necessário embolsar mais dinheiro. No entanto, se você tem um cartão de crédito black, como o nosso cartão de crédito C6 Carbon, conta com esse benefício disponível caso você faça a compra das passagens com este cartão.
  • Comprovante de recursos financeiro (extrato bancário, limites de crédito, entre outros) para custear a permanência em Portugal durante a viagem que totalize € 75 mais € 40 euros por dia.

Além disso, caso você pretenda viajar a trabalho ou para estudar, também é necessário a comprovação desta atividade.

Para viajar para Portugal precisa de visto?

Você não precisa de visto para viajar para Portugal se sua estadia for inferior ou até 90 dias. Isso porque brasileiros que pretendem visitar o país dentro desse período, entram na classificação de viagem a turismo. E, neste caso, ainda é possível solicitar a extensão dessa data.  

viajar para Portugal | parede com azulejos azuis, janelas grandes e de concreto, porta de madeira, arquitetura portuguesa
Antes de conhecer os famosos azulejos portugueses, descubra tudo o que precisa para embarcar.

Contudo, se você vai ficar em Portugal por mais tempo é necessário emitir um visto. Ainda vale ressaltar que existem dois tipos:

  1. Visto de estada temporária, normalmente casos de tratamento médico ou pesquisa científica entram nessa modalidade;
  2. Visto de residência, documento destinado para quem deseja morar no país;

Quanto custa viajar para Portugal: despesas locais

Os custos de viagem podem variar bastante, principalmente porque cada perfil de turista tem diferentes preferências. Contudo, R$ 20 mil costuma ser uma quantia razoável para aproveitar o país de forma confortável.

casas e arquitetura portuguesas | bairro português com telhados vermelhos
A arquitetura de Portugal é uma das mais belas.

Além da parte burocrática, que envolve documentações e passagens aéreas, montamos uma lista com despesas básicas que entram no seu orçamento. São elas:

  • Hospedagem;
  • Atrações turísticas;
  • Alimentação;
  • Compras; e
  • Transporte local.

Escolha da hospedagem

Quando o assunto é hospedagem em Portugal, os fatores a serem levados em consideração são diversos. O ponto de partida é entender em qual tipo de acomodação você vai ficar: hotel, casa de amigos, pousada e por aí vai.

 viajar para Portugal | porta grande feita em madeira na cor azul, número 46 acima da porta, a parede é feita de azulejos azuis
O que não faltam são hospedagem lindas e instagramáveis.

Os hotéis por si só abrem um leque extenso de opções, de modo que a variação de preço pode ser grande. Quando localizados em regiões centrais, apesar de facilitar a locomoção, os valores de estadia apresentam cifras mais altas. Outro fator que faz a quantia oscilar são as classificações, ou seja, aqueles que carregam 5 estrelas, por exemplo, são mais caros.

viajar para Portugal |rua com prédios antigos e coloridos
Outra dica importante no momento de escolher onde ficar é optar por bairros em que você se sinta seguro.

É possível que você encontre diárias, principalmente em pousadas, a partir dos R$ 350, com uma variação para cima conforme o oferecimento de benefícios. Agora, se você deseja dormir em um lugar mais luxuoso, considere um valor a partir de R$ 1.500 por dia.

casas portuguesas | bairro português com telhados vermelhos
Os telhados vermelhos são marca registrada de alguns bairros de portugueses.

A recomendação é não apostar no mais barato, já que é muito importante que você consiga descansar e relaxar quando não estiver aproveitando as ruas europeias. Para isso, um local seguro, limpo e com bom atendimento é essencial.

rio em portugal | foto de um  rio a noite e as luzes da cidade
A ideia é ficar próximo a uma vista bonita.

Atrações turísticas mais procuradas

Lisboa e Porto são algumas das cidades para conhecer Portugal e sua história. E as atrações turísticas presentes nessas regiões narram o passado do país, mas não deixam de expressar modernidade.

_viajar para Portugal  ponte sobre rio durante a noite
Portugal é uma ótima cidade para aproveitar atrações e bares a noite. O país conhecido por ter uma ótima iluminação.

É possível que a localização dos museus ou palácios que deseja visitar impacte algumas decisões da viagem, como sua hospedagem. Por isso, leia com atenção as listas que separamos de possíveis passeios e gastos:

Atrações para visitar em Lisboa

Lisboa é uma ótima cidade para conhecer a pé. A começar pelos padrões geométricos das calçadas portuguesas, que fazem do passeio algo muito mais artístico e memorável. A noite, os candeeiros dão um toque romântico às ruas, sendo a iluminação que projetam um dos pontos que fazem a capital um lugar tão especial.

Um destaque para quem está conectado a iniciativas sustentáveis é que a região aderiu aos pousa-pés. Trata-se de uma peça de mobiliário urbano para uso de ciclistas que aguardam a abertura do semáforo. O objetivo da iniciativa é promover meios de mobilidade que não agridam o meio-ambiente.

Para conhecer caminhando ou de bicicleta, sem pesar no bolso

  • Ruas de Alfama, bairro de Lisboa, conhecido por apresentar parte da história da azulejaria portuguesa;
  • Rio Tejo, o maior do país. É uma alternativa para quem gosta de caminhar ou correr pela manhã cercado por uma vista de tirar o fôlego;
  • Miradouro de São Pedro de Alcântara, no Bairro Alto, que pode ser acessado pelo Elevador da Glória. Igrejas, museus e as muralhas de um castelo podem ser observados do alto. A entrada é gratuita;
  • Mosteiro dos Jerónimos, localizado na região de Belém, é uma alternativa para quem tem interesse pela história local. É possível visitar gratuitamente a Igreja de Santa Maria de Belém e os túmulos de personalidades marcantes, como Vasco da Gama e Luís de Camões. Contudo, para acessar o interior, sacristia, confessionários e demais salas é necessário comprar um ingresso, a média de preço é de €10.

Experiências inesquecíveis (que cobram entrada)

  • Oceanário de Lisboa, conhecido e prestigiado internacionalmente. No espaço, que promove muitas ações educativas, é possível entender a ligação do país com o oceano. Além disso, ele também tem exposições fixas e temporárias. Os preços variam, de acordo com as atividades escolhidas, sendo €22 a média para as visitações simples;
  • Arco da Rua Augusta, estrutura finalizada pelo arquiteto Veríssimo José da Costa. Fica em uma das regiões mais visitadas da cidade, a Praça do Comércio. Além de contemplar o monumento e esculturas presentes no local, é possível adentrar o espaço e observar a cidade das alturas. Quanto aos valores da entrada do mirante: crianças até 5 anos não pagam e a média de preço para adultos é de R$ 18;
  • Castelo de São Jorge, monumento nacional que faz parte da história da ocupação islâmica. Na visita é possível conhecer as ruínas do Paço da Alcáçova e caminhar pela Praça das Armas. Além disso, um núcleo arqueológico também faz parte do local. Os bilhetes para acesso, que podem ser comprados on-line, vão de €3,50 a €15,00, crianças menores de 12 anos e acompanhantes de pessoas com deficiência não pagam;
  • Museu do Tesouro Real, onde é possível conhecer um acervo único de joias, com mais de mil peças. O bilhete em família custa €32, serve para entrada de dois adultos e dois jovens.
arco da rua augusta, portugal  monumento com um arco centralizado com esculturas no topo e a lateral com estruturas amarelas e sobre pilastras
Arco da Rua Augusta, Praça do Comércio.

Atrações em Porto: vinho, praia e monumentos históricos

Porto é a segunda cidade mais visitada de Portugal, perdendo o primeiro lugar para a capital citada acima. Mas, assim como Lisboa, é possível conhecer a região caminhando, para observar detalhes da arquitetura neogótica que se misturam à modernidade.

Vale ressaltar que, apesar de situar-se no litoral português, a região não apresenta um clima quente. Na verdade, ela é conhecida pelo nevoeiro que toma as ruas pela manhã e por apresentar um ar bastante úmido.

Para conhecer a arquitetura e história portuguesa

  • Torre dos Clérigos, marcada por suas características barrocas e por seu esplendido miradouro. O bilhete diurno, que contempla a visitação ao monumento e o museu, custa, em média, €8. Vale ressaltar que o ingresso noturno é disponível em datas especificas, como a Páscoa e Natal;
  • Catedral da Sé do Porto, delineada por um estilo romântico. A vista, que abarca um lago, o Douro e as construções revestidas por azulejos, é perfeita para quem gosta de aproveitar paisagens urbanas que se unem a natureza. Com entrada gratuita, é uma boa opção para quem quer viajar gastando pouco. Contudo, para acessar o claustro é necessário pagar €3;
  • Palácio da Bolsa, passeio para quem deseja conhecer um pouco mais a história da economia portuguesa. O preço do ingresso é €12.

Sem dúvidas, existe uma infinidade de outros pontos turísticos para conhecer. Assim como outras cidades e bairros históricos. Mais a frente, disponibilizamos uma lista de regiões que também podem fazer parte do seu roteiro de viagem.

Gastos com alimentação

No quesito alimentação, a variação de preço é grande. Isso porque fatores subjetivos, como suas preferências culinárias, entram em questão. O ponto positivo é que, neste caso, os mais diferentes gostos são representados, de forma que você pode comer em fast-foods, restaurantes locais, cozinhar e muito mais.

arco da rua augusta, portugal | visão da parte interna do arco com foco na arquitetura
Faça uma lista dos restaurantes que deseja conhecer.

É possível balancear as despesas com comida optando por conhecer estabelecimentos específicos ou fazendo refeições mais rápidas entre as atrações. A média de gastos pode variar de €10 a €25 por prato, sendo a sofisticação do local o fator que pode fazer o preço oscilar para cima ou para baixo.

Como economizar em compras na Europa

Não comprar lembrancinhas portuguesas a cada parada para presentear familiares e amigos é um grande desafio. E uma vez que o valor do que comprar pode apresentar grande variação, neste texto, vamos nos limitar a uma dica de como economizar nas compras em Portugal.

arco da rua augusta, portugal  visão da parte superior do monumento com foco nas esculturas
A C6 Conta Global Euro é uma alternativa para quem deseja economizar em Portugal.

O C6 Bank conta com um recurso ótimo para que você não precise gastar tanto, o C6 Conta Global Euro. Com nossa conta internacional você consegue fazer um planejamento com antecedência e economiza com taxas e impostos, como IOF.

Abaixo, listamos os benefícios que o produto oferece para quem vai conhecer a Europa:

  • IOF a 1,1%, o que gera uma economia média de 8%, em comparação a gastos com cartões de crédito são taxados em 4,38%;
  • Câmbio instantâneo e disponível 24h, para comprar mais moeda estrangeira durante a viagem;
  • Não há cobrança de mensalidade;
  • A abertura de conta pode ser feita de forma totalmente digital, pelo aplicativo do banco;
  • Atendimento 24h.

Você pode conhecer mais detalhes da nossa conta internacional direto na página da C6 Conta Global. Além disso, você consegue fazer uma simulação para verificar o quanto pode economizar em tarifas.

Além disso, quem compra euro precisa fazer a declaração do Imposto de Renda. Abaixo, leia o conteúdo que o C6 Bank preparou para auxiliar no preenchimento  

Como Declarar Moeda Estrangeira no Imposto de Renda 2024  

Uso do transporte local

Portugal, assim como o Brasil, oferece transporte público aos cidadãos locais e visitantes. Em Lisboa e Porto é possível utilizar o metrô, de modo que a mobilidade nesses pode ser mais fácil e intuitiva. Nas demais cidades portuguesas, o ônibus acaba sendo a melhor a opção.

arco da rua augusta, portugal | visão da parte superior do monumento com foco nas esculturas, homem em cima de um cavalo
Caminhar pelas ruas do local pode trazer novas aventuras para sua viagem.

Os valores variam de acordo com a região e o tipo de bilhete escolhido. Os individuais, normalmente utilizados em viagens, custam, em média, €2.

A dica para não gastar muito em transporte é aproveitar ao máximo os locais que você pode chegar a pé.

15 Cidades para conhecer em Portugal, além de Lisboa e Porto

praia em portugal | praia, areia e uma estrutura antiga em meio as pedras
Portugal agrada todo tipo de turista.
  1. Algarve;
  2. Aveiro;
  3. Braga
  4. Cascais;
  5. Coimbra;
  6. Évora;
  7. Faro;
  8. Fátima;
  9. Guimarães;
  10. Nazaré;
  11. Seia;
  12. Sintra;
  13. Óbidos;
  14. Viana do Castelo;
  15. Vila Nova de Gaia.

Chegamos ao fim desse texto, esperamos que você consiga elaborar um ótimo roteiro de viagem e um orçamento completo para conhecer e se aventurar por Portugal. E ainda separamos outras matérias que podem ser de seu interesse:

Conheça a C6 Conta Global, nossa conta internacional em dólar e euro com menos tarifas, câmbio com cotação comercial, envios e recebimentos para todos os países e cartão de débito para viajar com tranquilidade.

Informações sobre os produtos e serviços do C6 Bank vigentes na data da postagem deste texto. As regras e condições de cada produto e/ou serviço podem ser posteriormente alteradas. Consulte os termos vigentes no momento da contratação pelo app.