Leitura de 6 min

O que é uma holding familiar e como funciona?

A holding familiar é um tipo de empresa pensado para proteger seu patrimônio e planejar o futuro de seus negócios e ativos para as próximas gerações.

Atualizado em

Holding familiar é uma estrutura empresarial que começou a ganhar popularidade nos últimos anos por conta de suas vantagens fiscais e administrativas. O funcionamento dela consiste em preservar o patrimônio de uma família e planejar a sucessão.

holding familiar | silhuetas de uma família formada por quatro pessoas, dois adultos e duas crianças, no fundo da paisagem o horizonte ao fim da tarde, céu laranja
Entenda o que é uma holding familiar.

Em uma generalização, é como empregar um CNPJ para gerir cada CPF da família, com o objetivo de preservar o patrimônio para as futuras gerações. No entanto, para determinar se essa abordagem vale a pena para você, é essencial compreender todos os pormenores relacionados ao assunto.

Para ajudar você nesta pauta, o C6 Bank desenvolveu este post que vai trazer respostas para as seguintes perguntas:

  • O que é a holding familiar?
  • Como funciona a holding familiar?
  • Quais as vantagens da holding familiar?
  • O que é necessário para abrir uma holding familiar?

Gostaria de ler outros conteúdos relacionados a empresas? Explore o que separamos para você:

O que é a holding familiar?

As holdings familiares são uma estrutura empresarial em que uma família detém a propriedade e o controle de várias empresas. Elas são uma forma de organização que busca centralizar e coordenar os negócios de um núcleo familiar em uma única entidade. Elas podem ser uma empresa limitada, uma sociedade anônima ou outra forma jurídica.

A principal característica de uma holding familiar é a propriedade e controle majoritário exercido pelos membros dela. Através dessa estrutura, os participantes podem unir seus recursos financeiros e patrimoniais.

Dessa forma, é possível consolidar o domínio sobre as empresas e buscar benefícios como a diversificação de investimentos, a proteção do patrimônio e a facilitação da sucessão familiar.

Além disso, a holding pode exercer diversas funções, como a administração de participações societárias, a gestão do patrimônio, a coordenação estratégica das empresas controladas, a tomada de decisões conjuntas e a gestão de riscos.

Como funciona a holding familiar?

Esse tipo de holding atua como uma facilitadora no momento de administrar os recursos de uma família. Isso também ajuda nas questões fiscais e na organização financeira do conjunto de bens.

funcionamento holding familiar  mãos de um homem negro com uma aliança de casamento digitando em um notebook, na tela gráficos em círculos e em barra
Leia sobre o funcionamento de um holding familiar.

Esse formato e estratégia ganharam popularidade quando os líderes familiares começaram a perceber questões nos procedimentos de sucessão. Muitos membros identificaram a diminuição do patrimônio ao longo das gerações devido a conflitos e problemas fiscais.

Em certos casos, como famílias com grande riqueza ou de grande porte, é comum que a administração da holding seja realizada por profissionais.

Por outro lado, em núcleos com menos recursos, a gestão dos ativos é conduzida pelo fundador, que assume a responsabilidade de cuidar de propriedades, investimentos e empresas, além de planejar a divisão do patrimônio no futuro.

Quais as vantagens da holding familiar?

Existem diversas vantagens de abrir uma holding familiar, entre elas estão:

  • Proteção do patrimônio familiar: segregação dos ativos e passivos das empresas controladas, o que proporciona uma camada de segurança aos bens pessoais dos membros em caso de problemas financeiros nas empresas;
  • Planejamento sucessório: facilita a transferência do controle e da propriedade para as gerações futuras, o que gera uma transição suave e minimiza os conflitos familiares;
  • Diversificação de investimentos: consolidação dos recursos financeiros da família e investimento em diferentes setores e tipos de negócio, com a intenção de reduzir a exposição a riscos específicos de um único empreendimento;
  • Eficiência na gestão: permite uma melhor gestão das empresas controladas e promove sinergias, compartilhamento de recursos e a implementação de políticas e diretrizes alinhadas;
  • Otimização fiscal: oferece benefícios fiscais, que possibilita um planejamento tributário mais eficiente e a redução da carga tributária da família e das empresas controladas;
  • Profissionalização da administração: incentiva a capacitação da gestão. Para isso, promove a contratação de executivos competentes e especializados para liderar as empresas;
  • Facilidade de captação de recursos: a holding pode servir como garantia para obtenção de empréstimos e financiamentos, o que gera uma facilidade ao acesso de recursos para expansão das instituições;
  • Facilitação da governança familiar: estabelece estruturas de governança, como conselhos e comitês, para a tomada de decisões conjuntas e a definição de políticas e diretrizes que preservem os interesses de todos os membros da família;
  • Transparência e prestação de contas: fornece relatórios e informações sobre as atividades das empresas controladas.

O que é necessário para abrir uma holding familiar?

Para abrir uma holding familiar é necessário seguir alguns caminhos, como:

  • Definir a estrutura jurídica: dentre as opções estão a sociedade limitada (Ltda.), sociedade anônima (S.A.) ou outro formato adequado às necessidades da família;
  • Elaborar o contrato social: estabelece as regras e responsabilidades dos sócios, além de definir a forma de gestão e controle da empresa;
  • Realizar o registro na Junta Comercial: também é preciso cumprir com os requisitos legais e fiscais para a constituição da empresa;
  • Definir a estrutura de governança: inclui a definição de órgãos de decisão, como o Conselho de Administração e a Diretoria Executiva, e o estabelecimento de políticas e diretrizes para a gestão da organização;
  • Realizar o planejamento sucessório: define como será feita a transferência de controle e propriedade da holding familiar para as próximas gerações, mitigando conflitos futuros;
  • Buscar assessoria jurídica e contábil: profissionais especializados em direito empresarial e contabilidade podem garantir que todos os aspectos legais, tributários e contábeis sejam adequadamente cumpridos;
  • Estabelecer políticas e diretrizes: essencial para a gestão financeira, administração das participações societárias, distribuição de lucros, reinvestimentos, entre outros aspectos relevantes;
  • Realizar a transferência de ativos: tudo deve ser feito seguindo os procedimentos legais e contábeis adequados;
  • Assegurar a harmonia familiar: essencial para o alinhamento de objetivos entre os membros, através de uma comunicação aberta e transparente, evitando conflitos.

Esses são alguns dos aspectos necessários para abrir uma holding familiar. Cada caso é único e é importante buscar a orientação de profissionais especializados para adaptar os passos necessários às circunstâncias específicas da família e às legislações vigentes.

Agora você já sabe o que é uma holding familiar, quais são suas vantagens e como abri-la. Faça uma lista de prós e contras para ver se esta estrutura empresarial pode ser benéfica financeiramente para sua família.

Leia também: Estratégias para garantir a sustentabilidade ambiental em um negócio familiar

O que está esperando? Abra uma conta C6 Empresas e tenha tudo para seu negócio com uma conta digital, ilimitada e com cartão (sujeito a análise), saques, Pix, crédito e muito mais.

Informações sobre os produtos e serviços do C6 Bank vigentes na data da postagem deste texto. As regras e condições de cada produto e/ou serviço podem ser posteriormente alteradas. Consulte os termos vigentes no momento da contratação pelo app.