• Início
  • Seu Bolso
  • Parcelar o IPTU em 10 vezes? Saiba em que situações vale a pena pagar à vista o imposto territorial

Leitura de 3 min

Parcelar o IPTU em 10 vezes? Saiba em que situações vale a pena pagar à vista o imposto territorial

Educador financeiro do C6 Bank explica quais fatores devem ser levados em conta na hora de decidir como pagar o IPTU

Atualizado em

Mulher segurando uma conta e olhando o computador para pesquisa de se compensa pagar IPTU à vista
Decidir entre quitar o IPTU à vista ou distribuir esse compromisso financeiro em parcelas mensais depende de uma série de fatores.

Cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Florianópolis já começaram a enviar para seus contribuintes as guias de pagamento do IPTU de 2023. Para quem pagar à vista, os descontos variam de 3% a 10%, dependendo do município. Quem preferir, pode parcelar o pagamento em até 10 vezes.

Pagar o IPTU à vista ou parcelado?

Será que é mais vantajoso quitar o IPTU à vista ou distribuir esse compromisso financeiro em parcelas mensais ao longo do ano? Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank, diz que a resposta depende de uma série de fatores.

“A opção de pagar à vista pode ser uma boa opção para quem tem dinheiro disponível, está com o orçamento equilibrado e já compôs uma reserva de emergência para cobrir imprevistos, como um carro quebrado ou despesas médicas”, afirma Liao.

O segundo fator que deve ser considerado é saber quanto esse dinheiro renderia se fosse investido. Segundo Liao, o pagamento parcelado é mais vantajoso quando a taxa básica da economia está alta, como agora (13,75% ao ano), o desconto é baixo e o número de parcelas é grande. “Em casos assim, compensa mais investir o dinheiro que seria direcionado ao pagamento total do imposto e, mensalmente, fazer resgates para pagar o tributo parcelado.”

O educador financeiro fez um cálculo que mostra exatamente quando o desconto oferecido é vantajoso para não parcelar em 10 vezes e pagar o IPTU à vista: 4,62%. A conta já desconta 20% de Imposto de Renda e estima um CDI constante de 13,54% ao ano para remunerar a aplicação.

Sendo assim, segundo ele, pagar o IPTU à vista é vantajoso em cidades como Rio de Janeiro (7%), Curitiba (10%) e Florianópolis (10%). Já em São Paulo, em que o desconto é de apenas 3%, é mais vantajoso financeiramente parcelar o pagamento.

Mesmo nas cidades em que é melhor parcelar, Liao diz que o contribuinte deve priorizar o pagamento à vista se for uma pessoa com dificuldade para organizar as contas. “Para quem tem dinheiro guardado e é do tipo que se esquece de pagar os boletos dentro do prazo, é melhor pagar à vista. A vantagem, nesse caso, é tirar a dívida da lista de pendências financeiras e evitar o risco de esquecer de pagar alguma parcela e incorrer em juros e multa”, diz o especialista.

Quanto renderia o dinheiro do IPTU?

Liao simulou quanto sobraria na conta de um contribuinte de São Paulo se pagasse um IPTU de R$ 1.000 à vista ou se investisse em um CDB que rendesse 100% do CDI.

  • À vista: contribuinte paga R$ 970 à vista e fica com R$ 30 do desconto;
  • IPTU parcelado + investimento de R$ 1.000: depois de pagar as parcelas, ainda sobraria R$ 51,35.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade (sujeito a análise) com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.