• Início
  • Seu Bolso
  • Como se proteger do golpe da entrega falsa ou produto ilegítimo

Leitura de 5 min

Como se proteger do golpe da entrega falsa ou produto ilegítimo

No golpe do falso produto ou não entrega, criminosos se passam por empresas legítimas para realizar fraudes. Saiba como se proteger

Atualizado em

golpe da entrega falsa ou produto ilegítimo - homem segurando o celular checando mensagens no celular
Tudo o que você precisa saber sobre o golpe da entrega falsa ou produto ilegítimo.

Nos últimos anos, o número de fraudes financeiras tem aumentado significativamente, entre eles, aparecem os casos de golpes da entrega falsa ou produto ilegítimo. Este tipo de ação criminosa explora a confiança dos compradores on-line e, muitas vezes, resulta em perdas financeiras significativas.

No 2º trimestre de 2023, a cada 100 transações feitas, pelo menos uma foi fraudulenta, de acordo com o Mapa da Identidade e da Fraude. O estudo foi feito pela empresa do setor de segurança Caf. Nesse cenário, portanto, é crucial se informar e tomar medidas para se proteger.

Nest post você vai entender como golpe do falso serviço de entrega ou produto funciona e como evitá-lo. Descubra quais serão os tópicos abordados:

  • O que é o golpe do serviço de entrega ou produto falsos?
  • Como o golpe funciona?
  • Dicas para se proteger dos golpes da não entrega ou produto falso
  • Cai no golpe da falsa entrega, e agora?

Descubra como se proteger de outros golpes digitais:

O que é o golpe do serviço de entrega ou produto falsos?

O golpe do serviço de entrega ou produto falsos acontece quando um criminoso se passa por uma empresa legítima, informando a vítima que, para concluir a compra, é necessário fazer o pagamento de uma taxa de serviço ou alfandegaria. Normalmente, a abordagem é feita por algum canal digital, como WhatsApp ou e-mail ou telefônico, como SMS.

Como o golpe funciona?

Você já sabe que este golpe envolve fraudadores que se passam por uma empresa ecommerce legítima ou serviço de entrega. Agora entenda como tudo acontece na prática:

  1. Abordagem:  o golpista finge ser um funcionário de uma empresa que a vítima conhece ou está efetuando uma compra para “ganhar” a confiança. Ele informa que, para concluir o processo, é necessário fazer o pagamento de uma taxa de serviço ou de alfandegaria;
  2. Cenário: como a pessoa está realmente fazendo a compra do produto ou serviço, concorda em fazer o pagamento, sem questionar;
  3. Envio de link falso: para que a vítima conclua a transação, o criminoso envia um link por WhatsApp, e-mail ou SMS;
  4. Conclusão do golpe: a pessoa faz o pagamento, com a crença que receberá o produto, mas, na verdade, não receberá nada e acaba sofrendo um prejuízo financeiro.

Dicas para se proteger dos golpes da não entrega ou produto falso

Com o aumento de golpes financeiros, o mais recomendado para se proteger é se manter informado e aplicar medidas de segurança no seu dia a dia. Abaixo, conheça algumas dicas importantes:

  1. Verifique a autenticidade: quando uma nova solicitação de pagamento acontecer, antes de realizar a transação entre em contato com a empresa. Procure os canais oficiais de atendimento e certifique-se de que o pedido é legítimo e, portanto, seguro;
  2. Pesquise sobre a empresa ou vendedor: sempre que for comprar de local ou pessoa desconhecida, faça uma pesquisa minuciosa. Além de verificar informações de contato, procure avaliações de outros clientes on-line;
  3. Fique atento a possíveis sinais: erros gramaticais em mensagens, falta de informações de contato e pressão para tomar decisões rápidas são sinais de alerta;
  4. Evite clicar em links desconhecidos: golpistas normalmente usam links falsos para roubar dados confidenciais.

Não forneça informações pessoais, como senhas, códigos de verificação ou dados bancários por e-mail, WhatsApp ou SMS, porque são dados pessoais e intransferíveis e não devemos compartilhá-los.

Cai no golpe da falsa entrega, e agora?

Se você acredita que caiu no golpe do serviço de entrega ou produto falsos, é necessário agir:

  1. Guarde todos os registros de comunicação e transações, o que inclui e-mails, mensagens e comprovantes de pagamento;
  2. Denuncie o golpe às autoridades de proteção ao consumidor e à polícia local;
  3. Contate seu banco para relatar a fraude.

C6 Bank pode ajudar na segurança da sua vida financeira

Em conclusão, o golpe do produto falso ou não entrega é um assunto sério, que pode causar danos financeiros significativos. Para se proteger desse tipo de crime, é fundamental:

  • Estar sempre atento;
  • Pesquisar antes de comprar;
  • Usar métodos de pagamento seguros.

Além disso, é crucial que você escolha um banco completo, como o C6 Bank. Aqui, a segurança dos nossos clientes é nossa maior prioridade e oferecemos uma série de recursos de proteção contra os golpes digitais.

  • Biometria facial: garante a autenticidade das suas transações por meio do reconhecimento facial;
  • Bloqueio do cartão: você pode bloquear seu cartão rapidamente no aplicativo em casos de roubo ou furto;
  • Contatos seguros: registro de contatos de segurança para receber transferências noturnas acima de R$1 mil;
  • Locais seguros: ferramenta em que você determina as regiões mais seguras para fazer transferências e visualizar investimentos;
  • Limites de uso: funcionalidade que possibilita o ajuste de limite para transferências noturnas e diurnas.

A conscientização é uma das melhores alternativas contra esses golpistas. Por esse motivo, separamos outros conteúdos importantes para sua segurança:

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade (sujeito a análise) com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Informações sobre os produtos e serviços do C6 Bank vigentes na data da postagem deste texto. As regras e condições de cada produto e/ou serviço podem ser posteriormente alteradas. Consulte os termos vigentes no momento da contratação pelo app.