Leitura de 7 min

Como investir sendo menor de idade? Dicas para começar

Sim, quem é menor de idade pode investir. Grandes referências do mercado financeiro, como Warren Buffet, começaram a aplicar antes de completarem 18 anos.

Atualizado em

jovem sentado em poltrona segurando celular nas mãos pesquisando investimentos para menor de idade
Menores de idade podem investir podem investir em renda fixa com o C6 Yellow

Planejar o futuro é parte essencial do amadurecimento, especialmente no que diz respeito à vida financeira. Assim, os investimentos para menores de 18 anos, bem como as contas bancárias para crianças e adolescentes, podem ser boas alternativas para um primeiro contato com o mercado financeiro.

Além de ser um elemento importante para a educação financeira familiar, aprender a investir sendo menor de idade pode trazer mais comodidade na fase adulta.

Neste post vamos responder as seguintes perguntas:

  • Menor de idade pode investir?
  • Quais as vantagens de começar a investir cedo?
  • Como começar a investir sendo menor de idade?
  • Renda fixa é um bom investimento para menores de 18 anos?
  • 3 Dicas finais para menores de 18 anos que desejam investir

Gostaria de ler outros conteúdos sobre investimentos? Separamos algumas opções para você:

Menor de idade pode investir?

Sim, quem é menor de idade pode investir. Na verdade, muitos já o fazem. Em setembro de 2023, 33.829 investidores com até 15 anos foram cadastrados na Bolsa de Valores Brasileira (B3), segundo dados da própria Bolsa.

O interesse dos jovens por investimentos não é novo. Muitas figuras famosas da área começaram cedo, como é o caso de Warren Buffett, bilionário americano e um dos homens mais ricos do mundo, que fez sua primeira aquisição de ações aos 11 anos.

menina-adolescente-de-cabelos-crespos-sentada-sobre-um-skate-movimentando-seus-investimentos
Entenda quais são as vantagens de começar a investir desde cedo.

Quais as vantagens de começar a investir cedo?

A grande vantagem é o horizonte de tempo. Quando se fala em investimentos, o longo prazo é um dos maiores aliados: quanto mais tempo passa, maior tende a ser o efeito dos juros compostos. Além disso, é possível:

  • Aprender a lidar com o dinheiro desde cedo;
  • Consolidar patrimônio;
  • Estar seguro perante a apertos financeiros futuros;
  • Ampliar o conhecimento acerca do mercado financeiro.

Como começar a investir sendo menor de idade?

O primeiro passo é conversar com pais ou responsáveis para que eles autorizem todo processo. Depois, basta escolher a instituição financeira e fazer a abertura de conta. Para realizar esse processo, alguns documentos de identificação serão necessários, como a certidão de nascimento, o RG e/ou o CPF.

menina-loira-adolescente-de-toca-e-sobre-um-skate-movimentando-seus-investimentos

O processo de investimento em si não se diferencia muito daquele feito por adultos. No entanto, é importante tomar cuidado com os pontos abaixo:

  • Entenda quais são seus objetivos: começar sua trajetória ciente do que realmente quer é um caminho para criar metas com maior probabilidade de sucesso, tanto no curto quanto no médio e longo prazo;
  • Antes de tudo, construa uma reserva de emergência: montar um fundo é um bom caminho para conquistar autonomia, porque ele pode cobrir suas despesas essenciais em casos de apertos financeiros inesperados;
  • Não acredite em rentabilidade fácil: para perceber o retorno do que foi investido é necessário ter paciência e desenvolver o pensamento a longo prazo;
  • Você não precisa de muito para começar: a ideia de que é preciso muito dinheiro para investir pode ficar no passado. Em investimentos em renda fixa, por exemplo, você pode começar com menos de R$ 30;
  • Conheça os produtos disponíveis: para não ser pego de surpresa e alinhar suas expectativas com a volatilidade do mercado, explore os produtos existentes e entenda como eles funcionam.

Renda fixa é um bom investimento para menores de 18 anos?

A renda fixa, comparada aos investimentos de renda variável, é mais previsível e fácil de compreender. Por esse motivo, essa modalidade de ativo pode ser uma boa opção para quem está começando a explorar o mercado financeiro. Conheça suas principais vantagens:

  • Sem surpresas inesperadas: as regras de rendimento são predefinidas logo no início, antes mesmo do aporte inicial, dessa forma o investidor sabe como será remunerado naquele investimento.   Além disso, em alguns títulos de renda fixa, é possível saber o valor exato que vai receber no ato da aplicação, evitando sustos futuros.
  • Indicada a todos os perfis: os ativos de renda fixa mais curtos e que acompanham a taxa de juros do país, são indicados para todos os perfis de investimentos, especialmente para quem está começando a investir.
  • Opção para montar reserva de emergência: especialmente os ativos em liquidez diária, ou seja, que podem ser resgatados a qualquer momento.

Como investir em renda fixa sendo menor de idade?

Para isso, você pode usar o C6 Yellow. A nossa conta para crianças e adolescentes disponibiliza a opção de investimento em CDB de liquidez diária que rende 103% do CDI, em uma experiência única e focada no aprendizado.

Essa opção pode ser usada por todos os clientes C6 Yellow, e funciona da seguinte forma:

  • Primeiro, a criança cria um objetivo. Podem ser estabelecidos até três, e cada um deles conta com uma foto, nome, valor e categoria.
  • Na sequência, já é possível fazer o primeiro aporte. O jovem pode aplicar o quanto e quando quiser, com um valor mínimo de R$ 10 por aporte.
  • Toda vez que um valor for investido ou resgatado, o responsável pelo menor de idade recebe uma notificação em seu celular.

A ideia é permitir que as crianças e adolescentes consigam administrar o próprio dinheiro com autonomia e segurança. Vale reforçar que todos CDBs disponibilizados são protegidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), a fim de garantir a melhor experiência possível.

3 Dicas finais para menores de 18 anos que desejam investir

Já demos algumas dicas ao longo do texto, como o estabelecimento de objetivos e a montagem de uma reserva de emergência. No entanto, há outras recomendações que podem ser adotadas quando o assunto é investimentos para menor de idade.

  1. Adote o hábito da consistência: busque investir todos os meses, bem como separar uma quantidade fixa para aplicar sempre, por mais baixa que ela possa ser, inicialmente.
  2. Converse com adultos que investem: a fim de entender como eles começaram e como foi a experiência de cada um. Nenhum investidor é igual, mas conhecer diferentes perspectivas pode ser um diferencial interessante na sua trajetória;
  3. Por fim, estude muito: existem inúmeros conteúdos disponíveis na internet, livros e outras plataformas que você pode consultar para aprender mais sobre produtos específicos e sobre o mercado em geral. Quanto mais informações você adquirir, mais fácil será entender como funciona o mundo dos investimentos.

Chegamos ao fim deste texto. Esperamos que você tenha gostado de entender mais sobre os investimentos para menor de idade, bem como das dicas que trouxemos para os jovens que desejam entrar no mundo do mercado financeiro.

Gostou dessa matéria e quer ler outras como essa? Aproveite também:

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade (sujeito a análise) com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Informações sobre os produtos e serviços do C6 Bank vigentes na data da postagem deste texto. As regras e condições de cada produto e/ou serviço podem ser posteriormente alteradas. Consulte os termos vigentes no momento da contratação pelo app.