Leitura de 8 min

Perfil moderado de investimento: o que é e como investe?

O perfil moderado é caracterizado por uma preferência por ativos de menor risco, mas com uma tolerância um pouco maior a risco comparado ao nível 1

Atualizado em

homem jovem com camisa azul escura e touca laranja sentado sorrindo diante de laptob aberto enquanto pesquisa sobre perfil moderado
O perfil moderado de investidor preza pela precaução, mas é mais aberto a riscos em relação aos investidores conservadores

O perfil moderado é um dos três perfis de investidor definidos pelo teste conhecido como suitability. Funciona como um meio termo entre o perfil conservador e o arrojado, misturando características de ambos.

O suitability é um questionário obrigatório, o que significa que você precisa conhecer seu perfil para poder investir. Neste post, portanto, vamos falar com mais detalhes sobre o que é moderado, para que você consiga identificar com mais precisão se é o seu perfil. Você descobrirá:

  • O que é perfil moderado de investimento?
  • Quais tipos de investimento o perfil moderado costuma preferir?
  • O perfil moderado pode investir em ações?
  • Qual a importância de uma carteira de investimento de acordo com meu perfil?
  • O perfil do investidor pode mudar?

Tem interesse por investimentos e quer aprender mais sobre? Confira essas matérias que separamos para você:

O que é um perfil moderado de investimento?

O perfil moderado é o do tipo de investidor que, ao mesmo tempo em que aplica com precaução, priorizando segurança acima de potencial de rendimento, não é totalmente intolerante a risco.  Na prática, isso abre espaço para a criação de uma carteira equilibrada de investimentos, que concilia ativos de renda fixa e variável.

Quais tipos de investimento o perfil moderado costuma preferir?

Uma carteira moderada de investimentos tende a contar com a maior parte de seu patrimônio alocada em produtos menos voláteis. No entanto, uma parcela menor pode ser direcionada para ativos com prazos mais longos e potenciais de rentabilidades mais altas. A seguir, apresentaremos alguns dos investimentos mais procurados por investidores moderados. Confira:

CDBs

Os CDBs são um investimento de renda fixa no qual, de forma resumida, você empresta seu dinheiro para uma instituição financeira a fim de recebê-lo de volta no futuro com juros. Eles são aplicações bastante acessíveis: o C6 Bank oferece títulos com aportes mínimos partindo dos R$ 20. Além disso, contam com a segurança do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que cobre até R$ 250 mil por CPF em caso de liquidação da instituição.

Fundos de renda fixa

Os fundos de renda fixa são interessantes para quem tem perfil moderado por possibilitarem o investimento em vários produtos ao mesmo tempo, sem se expor a grandes riscos. Nesse tipo de fundo, 80% do patrimônio é obrigatoriamente aplicado em produtos de renda fixa, com os 20% restantes podendo ser investidos em ativos com um pouco mais de risco e potencial de rentabilidade.

Fundos de investimento imobiliário

Os FIIs são um tipo de investimento com um pouco mais de risco, mas ainda atraentes para investidores moderados. Neste tipo de fundo, o dinheiro dos cotistas é investido na construção ou aquisição de propriedades imobiliárias ou em papéis lastreados neste mercado, com o objetivo de receber aluguéis e lucrar com a valorização do local. Os rendimentos são divididos, então, de forma proporcional entre os cotistas do fundo.

Fundos multimercados

Os fundos multimercados são, muitas vezes, o limite de risco ao qual um investidor de perfil moderado irá se expor. Nesse tipo de aplicação, o dinheiro injetado pelos cotistas é aplicado em, como o próprio nome sugere, vários mercados: ações, câmbio, renda fixa – a escolha desse mix irá depender do gestor do fundo. De forma geral, no entanto, a ideia é equilibrar renda fixa e variável, estabelecendo um meio termo pautado na diversificação – exatamente o que a maioria dos moderados procura.  

Tesouro Selic

O funcionamento do Tesouro Selic é bastante similar ao de um CDB – a diferença é que, nesse caso, você empresta dinheiro ao Governo, e não a uma instituição financeira. O rendimento, no entanto, vem da mesma premissa: juros. A grande vantagem do Tesouro Selic, além de sua segurança, é a acessibilidade: há aplicações disponíveis a partir de apenas R$ 30.

O perfil moderado de investidor pode investir em ações?

Pode. No entanto, vale tomar cuidado, pois ações são produtos de nível 3, o que significa que contam com maior potencial de risco. Por esse motivo, é necessário assinar um termo afirmando que sabe que o investimento não está de acordo com seu perfil de investidor, mas que quer prosseguir com a operação assim mesmo.

Para se arriscar um pouco menos fazendo esse tipo de investimento, sugerimos seguir a dica de Warren Buffett e priorizar empresas com fundamentos sólidos e boa reputação. Além disso, nas palavras do próprio bilionário americano, “nunca invista em um negócio que você não consegue entender”.

Também é importante ter uma mentalidade de longo prazo. Assim como é o caso com outros produtos de investimento, as ações que você comprar na Bolsa de Valores não vão tornar você rico de uma hora para outra. O Prof. Liao, head de educação financeira do C6 Bank, reforça: “para investir e ver o retorno do investimento, você precisa ter paciência. Investimento não é Mega-Sena, não é ficar rico da noite para o dia”.

Qual a importância de uma carteira de investimento de acordo com meu perfil?      

Nenhum investidor é igual. Cada um tem preferências, objetivos, conhecimentos e tolerâncias a risco diferentes. Por isso, não existe um único caminho no mundo dos investimentos, ou uma carteira de investimentos perfeita.

Uma pessoa que deseja juntar dinheiro para uma viagem, por exemplo, provavelmente não terá o mesmo horizonte de tempo e nem usará os mesmos métodos do que uma pessoa que está pensando em investir para pagar a faculdade dos filhos ou mesmo complementar a aposentadoria.

O que é possível, no entanto, é montar a carteira de investimentos ideal para cada investidor, de acordo com essas preferências e objetivos, seja ele de perfil moderado ou não. Para isso existe o suitability: ele ajuda você a montar uma carteira completaalinhada ao seu perfil e aos seus objetivos.

O perfil de investidor também ajuda a proteger investidores, especialmente iniciantes, contra prejuízos, pois possibilita a diversificação e evita que todos os investimentos sejam feitos em um único ativo, prática que causa exposição exagerada ao risco.

E vale notar: preencher o questionário de perfil de investidor não é somente positivo para quem quer investir, mas também obrigatório desde 2015. Atualmente, o teste é regulamentado por meio da Resolução n° 30 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). De acordo com a legislação, instituições financeiras que fazem distribuição de investimentos são obrigadas a promover a aplicação do teste.

O perfil do investidor pode mudar?

Sim. Falamos sobre como o resultado do suitability reflete preferências pessoais, mas a verdade é que o perfil é um retrato do momento vivido pelo investidor como um todo.

Imagine, por exemplo, uma pessoa com perfil conservador que tem uma renda bem estabelecida e, agora, teve um filho. Considerando que já conta com um certo conforto financeiro e que o horizonte de tempo para juntar dinheiro a fim de pagar a faculdade do filho recém-nascido é muito grande, esse investidor poderia optar por produtos de um perfil mais agressivo a fim de conseguir acumular mais dinheiro, a longo prazo.

Em outro exemplo, pense em um investidor que acabou de entrar no mercado e tem pouco conhecimento dos produtos, ou cujo foco é montar uma reserva de emergência. Em ambos os casos, ele terá mais facilidade lidando com investimentos no espectro conservador, haja vista a menor volatilidade que eles têm. No entanto, na medida em que acumula experiência ou que termina de montar sua reserva, esse investidor pode se sentir mais atraído a produtos de maior risco, eventualmente se identificando com um perfil de investidor moderado.

O Prof. Liao inclusive recomenda a realização periódica do teste. “Para determinar o seu perfil, o questionário considera o seu conhecimento sobre investimentos, os seus objetivos como investidor, seu horizonte de tempo e a sua tolerância a perdas. Como tudo isso pode mudar ao longo do tempo, o ideal é que você refaça o questionário regularmente”, afirma o educador financeiro.

Como investir com o C6 Bank

O C6 Bank permite que você faça o suitability quantas vezes desejar. Não só isso, o C6 Invest, nossa plataforma de investimentos,tem uma série de opções de produtos: renda fixarenda variávelações, cambiais, multimercados, criptomoedas, ETF e até mercados futuros – a escolha de onde colocar seu dinheiro é sua.

Já se você não quiser se preocupar com notícias, cotações ou oscilações, e prefira receber uma carteira já montada – mas ainda personalizável –, indicamos o C6 TechInvest. Trata-se de um produto de carteira administrada construído com o auxílio de nossos especialistas e muita tecnologia, monitorando constantemente as mudanças do mercado e ajustando automaticamente a carteira de investimentos  montada para você em busca da melhor rentabilidade.

Esperamos ter conseguido sanar as suas dúvidas sobre o perfil moderado de investidor, o que é carteira moderada e quais os produtos em que ele pode ou não investir. Quer ler outros conteúdos como esse? Reserve alguns minutos para conferir também:

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade (sujeito a análise) com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.