Leitura de 6 min

Segunda parcela do 13º: quando o dinheiro cai na sua conta?

Tire suas principais dúvidas sobre a segunda parcela do décimo terceiro e como usá-la da maneira correta.

Atualizado em

família, composta por uma mulher, um homem e uma crianças negros na praia, todos felizes e sorrindo, simbolizando o que fazer com o décimo terceiro salário
Pagar dívidas, montar uma reserva, comprar presentes e rentabilizar o dinheiro são opções viáveis de uso do décimo terceiro

Há diversas possibilidades quando o assunto é segunda parcela do décimo terceiro, remuneração paga todos os anos aos trabalhadores contratados no regime CLT que trabalhem ao menos 15 dias durante o ano. Investir, guardar e gastar com algo desejado são apenas algumas alternativas. 

Assim, queremos usar este post para oferecer dicas que podem ajudar você a tomar a melhor decisão em relação ao dinheiro que receberá. Além disso, também vamos tirar dúvidas a respeito do benefício, seguindo os tópicos abaixo: 

  • O que é décimo terceiro? 
  • Quando o pagamento do décimo terceiro acontece? 
  • Como calcular o 13º? 
  • Como calcular a segunda parcela do décimo terceiro
  • O que fazer com o décimo terceiro? 

Gostaria de ler outros conteúdos relacionados? Confira esses que separamos para você: 

O que é décimo terceiro? 

De maneira simplificada, o décimo terceiro é a gratificação recebida pelos trabalhadores formais de carteira assinada no fim do ano. Em outras palavras, se trata de uma bonificação ou um salário extra estabelecido por lei.  

imagem com zoom de cédula de 100 reais, ilustrando a segunda parcela do décimo terceiro
A segunda parcela do décimo terceiro sofre descontos do INSS e do IRRF.

Quando o pagamento do décimo terceiro acontece? 

A primeira parcela do décimo terceiro deve ser paga obrigatoriamente até o dia 30 de novembro. Essa parcela não sofre desconto de contribuições previdenciárias. A segunda, por sua vez, é paga no mês de dezembro, até o dia 20, e corresponde a 50% do benefício, porém com descontos. 

Como calcular o 13º? 

Para quem trabalhou um ano cheio, a gratificação corresponde a um salário completo. Já para períodos menores, é preciso calcular proporcionalmente. Para isso, divida o salário bruto mensal em doze partes e multiplique pelo número de meses trabalhados. Conte apenas meses em que você começou a trabalhar até o dia 14. 

Por exemplo, se um funcionário ganha um R$ 5.000 por mês, o valor de cada parte será de R$ 416,66. Considerando que ele tenha trabalhado por 8 meses, basta calcular R$ 416,66 x 8, o que resultará em um décimo terceiro de R$ 3.333,28. 

maço de nota de cem reais enrolado representando qual o valor do décimo terceiro
O valor do décimo terceiro depende do salário do trabalhador e dos meses que ele trabalhou na empresa.

Como calcular a segunda parcela do décimo terceiro? 

Para calcular a segunda parcela do décimo terceiro, basta considerar o salário bruto menos os descontos relativos às contribuições do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (IRRF). 

O que fazer com o décimo terceiro? 

A seguir, listamos 5 dicas que trouxemos para ajudar você a identificar o que fazer com décimo terceiro. Leia: 

1.      Aprimore seu planejamento financeiro com o décimo terceiro 

Com um planejamento bem desenhado, você consegue evitar imprevistos e ainda facilitar a realização de suas metas e sonhos. O décimo terceiro salário, nesse sentido, deve ser encarado como um recurso extra, além do dinheiro que você já separa normalmente, a ser usado para atingir seus objetivos, sejam eles quais forem. 

2.      O 13° é uma alternativa para quem precisa quitar dívidas 

Embora o décimo terceiro possa não ser suficiente para resolver completamente a situação financeira, o valor ainda pode ser aproveitado para ajudar a pagar as mais urgentes ou prioritárias, atenuando o crescimento da pendência. Aprenda como priorizar suas dívidas e sair do vermelho nesse fim de ano. 

3.      Monte uma reserva de emergência 

Esse tipo de reserva, como o próprio nome indica, deve ser destinada a imprevistos e acontecimentos urgentes. Acidentes, gastos inesperados ou outras situações atípicas podem ser cobertas por essa reserva que, de forma geral, deve equivaler ao valor de três a seis meses do seu custo de vida. 

4.      Rentabilizar o décimo terceiro salário também é uma opção 

Investir o dinheiro recebido é uma das atitudes que mais indicamos, porque é a que possibilita que o valor dessa gratificação seja multiplicado, trazendo ainda mais benefícios para você no futuro. 

A boa notícia é que, aqui no C6 Bank, temos soluções que podem ajudar quem tomar essa decisão. Com o C6 Invest, nossa plataforma de investimentos, você consegue escolher em quais produtos deseja aplicar. As alternativas englobam uma série de ativos, da renda fixa à renda variável, tanto para perfis conservadores quanto mais arrojados

5. Presentear pessoas queridas 

Para quem preferir usar parte deste dinheiro para as compras de fim de ano, recomendamos conferir a C6 Store. Lá, você encontra milhares de produtos com descontos de até 50%, além de cupons exclusivos e parcelamento em até dez vezes para presentear parentes e amigos. 

Agora sim você sabe tudo o que precisa sobre o tema, além de entender melhor as possibilidades de seu uso, chegou o momento de você pedir a portabilidade de salário para o C6 Bank. Para isso, siga os passos:  

  1. Na tela inicial do app do C6 Bank, toque na aba “Trazer salário” no menu rápido; 
  1. No chat, informe por qual banco você recebe o seu salário atualmente. Clique em “Selecionar”, escolha o banco atual e toque em “Confirmar”; 
  1. Informe o CNPJ que está no seu holerite e toque na seta para seguir. Atenção: o CNPJ que consta no seu holerite nem sempre é o mesmo que o CNPJ da sua empresa. 
  1. Informe o nome da sua empresa e toque na seta; 
  1. Toque em “Finalizar” e pronto! Seu pedido foi enviado para análise. O seu pedido será concluído em até dez dias, e você pode acompanhar o status da solicitação pelo app. 

Assim, você consegue aproveitar nossos benefícios e programas de fidelidade. Saiba mais

Esperamos que, com essas informações, você não tenha mais dúvidas e esteja mais confiante quanto à melhor decisão para a usa vida financeira.  

Gostou desse texto e quer ler outros como ele? Aproveite para conferir também: 

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital, peça seu cartão sem anuidade (sujeito a análise) com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app. 

Informações sobre os produtos e serviços do C6 Bank vigentes na data da postagem deste texto. As regras e condições de cada produto e/ou serviço podem ser posteriormente alteradas. Consulte os termos vigentes no momento da contratação pelo app.